Marcelo Barros reflete sobre o desafio de equilibrar a espiritualidade individual e coletiva

O monge, no sexto dia de assessorias do curso, estimulou cursistas a pensarem na relação consigo mesmo e com os outros


Para o monge, há muitas vezes um aparente distanciamento entre Deus e a religião. Foto: Ana Paula

O sexto dia do Curso de Verão 2020 teve início na manhã desta terça-feira (14) com a assessoria do monge beneditino, teólogo e escritor, Marcelo Barros, que abordou o tema “A dimensão libertadora da espiritualidade na militância social e pastoral” junto aos cursistas.


Barros estimulou o debate sobre o desafio de equilibrar a espiritualidade individual e coletiva para quem busca se engajar socialmente, assim como a oposição que se enxerga atualmente entre a religião e a participação política. “Como conjugar as duas coisas, eu e o outro? Você habita consigo mesmo? Como sabe, como posso saber? A dimensão libertadora da espiritualidade se vive na contramão, no conflito”, provocou.


O monge refletiu sobre como muitas vezes militantes sociais buscam se distanciar de práticas espirituais mais individuais, como as orações, e contou sobre a sua trajetória de vida, na qual as regras do monastério lhe ajudaram a criar disciplina e a focar nos estudos teológicos. Contudo, ele também sempre percebeu em sua caminhada que há um aparente distanciamento entre Deus e a ideia de religião. “Deus é subversivo e de esquerda e os religiosos costumam ser de direita, ligados à ordem”, brincou. “Na Bíblia inteira, Deus provocou uma transformação, uma revolução na vida das pessoas”, afirmou.


Para Barros, a ideia de habitar em si mesmo, do ponto de vista de aprofundar a espiritualidade, também significa que sejamos nós mesmos. “Jesus disse: ‘Eis um verdadeiro israelita, em quem não há falsidade!’ e ‘Bem-aventurados os puros de coração”, lembrou.


Dança e livros


A manhã no Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (TUCA) também contou com apresentação de dança de um dos cursistas, ainda em sintonia com o sarau ocorrido no dia anterior. O seminarista espiritano Edmundo Kangwa Chiepulu, 25, demonstrou dança típica de seu país natal, a Zâmbia. “Sou negro, sou africano, é a minha cultura e compartilhei com outras pessoas que não a conhecem. Estou muito feliz de compartilhar”, afirma o cursista da tenda “Liderança de Grupos Populares” e que participa do curso pela primeira vez.


Os cursistas também foram incentivados a conhecerem novas obras literárias acerca do tema da mística da espiritualidade. Marcelo Barros, autor de mais de 50 obras publicadas, divulgou e concedeu autógrafos do seu romance “Labirintos”, que trata da libertação do povo negro no país. O livro pode ser adquirido em livrarias, lojas virtuais ou diretamente por meio da Editora Senso.


Outro livro divulgado foi “A Mística do Bem Viver”, que reúne artigos escritos por participantes do último Ejel (Encontro Nacional de Juventudes e Espiritualidade Libertadora), realizado em 2017, em São Paulo. A obra trata de temas como a relação do cristianismo com o socialismo, democracia, LGBTs e racismo. “Traz uma construção sobre o que é o bem-viver, algo que ainda está sendo criado. Assessores construíram concepções de novos olhares”, afirma José Nildo, monitor da tenda “Juventude e Direitos”.

A obra pode ser comprada por meio da internet e o dinheiro arrecadado com o livro será utilizado para financiar o terceiro Ejel, previsto para acontecer esse ano.

Equipe de Comunicação

Arthur Gandini


Assista à íntegra da assessoria desta terça-feira:


0 visualização

© 2018 por Curso de Verão - www.cursodeverao.com

Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular - CESEEP

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

CESEEP

CNPJ: 52.027.398/0001-53

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 993, Sala 205
CEP: 01317-001 – São Paulo, SP – Brasil

Cancelamento, sugestões ou reclamações

Tel/Fax: (55 11) 3105-1680 / 3241-1169        

WhatsApp: (011) 98657-0643

Segunda a Sexta das 9h às 18h

Email: ceseep@ceseep.org.br

verao@ceseep.org.br

Fique atento a data dos eventos, os ingressos chegarão ao seu e-mail, confirmando o pagamento caso isso não ocorra entre em contato conosco. Confira nossa política de troca e devolução aqui.

Restrito