© 2018 por Curso de Verão - www.cursodeverao.com

Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular - CESEEP

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

CESEEP

CNPJ: 52.027.398/0001-53

Av. Brigadeiro Luís Antônio, 993, Sala 205
CEP: 01317-001 – São Paulo, SP – Brasil

Cancelamento, sugestões ou reclamações

Tel/Fax: (55 11) 3105-1680 / 3241-1169        

WhatsApp: (011) 98657-0643

Segunda a Sexta das 9h às 18h

Email: ceseep@ceseep.org.br

verao@ceseep.org.br

Fique atento a data dos eventos, os ingressos chegarão ao seu e-mail, confirmando o pagamento caso isso não ocorra entre em contato conosco. Confira nossa política de troca e devolução aqui.

Restrito

  • Curso de Verão

Curso de Verão aborda situação dos migrantes no Mundo

Saída do Brasil do Pacto de Migração da ONU está entre os temas abordados



Na semana em que é oficializada a retirada do Brasil do Pacto Mundial de Migração da ONU (Organização das Nações Unidas), o CESEEP (Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular) dá início ao 32º Curso de Verão, provocando uma reflexão sobre a situação dos migrantes no Mundo.


Com o tema “Por uma cidade acolhedora: Somos todos Migrantes”, a iniciativa começou na quarta-feira, dia 9, e será realizada até o dia 17 de janeiro, nas dependências da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo.


Segundo a coordenadora do Curso de Verão, Cecília Bernardete Franco, “o tema deste ano vem de encontro com as necessidades de aprimorar e criar medidas para sanar as dificuldades e precariedades enfrentadas por este povo, que cresce a cada dia, e de a cidade lidar com este acontecimento de forma acolhedora”. Para ela, é importante um trabalho de conscientização e incentivo junto às comunidades para que o migrante seja reconhecido e respeitado como um cidadão, tendo uma vida mais digna.


O Curso de Verão 2019 reúne cerca de 300 pessoas de vários países do Mundo, e a programação inclui palestras com especialistas, além de diversas oficinas, seguindo os seguintes pilares: Arte, Ecumenismo, Educação Popular e Mutirão.


Apesar da triste notícia da saída do Brasil do Pacto de Migração, o primeiro dia de Curso trouxe pontos positivos: “Acredito que conseguimos reunir pessoas que demonstram um grande interesse em fazer a diferença, e vieram buscar ferramentas e conteúdo para agir em suas comunidades, mudando esta realidade em torno dos migrantes”.


O presidente do CESEEP, padre Benedito Ferraro, explicou que no contexto mundial, as leis de imigração estão cada vez mais rígidas e seletivas. O Brasil, porém, teve um pequeno avanço, com a Lei de Migração 13.445/2017, que trouxe um olhar diferenciado aos direitos humanos dos imigrantes e um novo ordenamento jurídico, embora com restrições práticas e de acesso ao seu conteúdo avançado e promissor.


“A participação no Pacto Mundial de Migração da ONU seria um passo importante para o processo de inclusão dos imigrantes. Eles precisam de apoios como este, afinal sofrem com os aspectos socioeconômicos que dificultam a sua sobrevivência”.


O Pacto foi criado em 2018, estabelecendo parâmetros para os países acolherem imigrantes dentro de um processo seguro, ordenado e regular. Cerca de 120 países aderiram à medida.


Programação – Nesta sexta-feira, dia 11, a 32ª edição do Curso de Verão recebe o filósofo e teólogo, padre Alfredo J. Gonçalves, que vai falar sobre “Feridas e Cicatrizes. Panorama Nacional e Internacional das Migrações”. A palestra é aberta ao público e tem início às 8h, no auditório do Tuca, na PUC.


O evento já contou com a participação do professor Antonio Carlos Malheiros, Pró-reitor de Cultura e Relações Comunitárias, do professor da PUC, Wagner Lopes Sanches, e da coordenadora geral do CESEEP, em exercício, Lourdes de Fátima P. Possani.


Mônica Santos / Comunicação / CV2019



238 visualizações